Vitrines plus size: você está fazendo isso errado!

vitrinemodaplussize6
Nunca se falou tanto em moda plus size como agora. O varejo de moda cada vez mais reconhece que este é um segmento de mercado e que deve ser estudado e explorado, já que o potencial de consumo é enorme.
 +
Enorme pois, para se ter uma ideia, mais da metade da população brasileira está acima do peso e 17% são considerados obesos, em sua maioria mulheres. Segundo o IBGE esses números vêm aumentando rapidamente a cada ano.
+
É claro que ainda existe muito preconceito envolvido na comercialização de produtos para o público plus size. E, não é difícil encontrar lojas que colocam roupas de tamanhos maiores para vender acreditando que elas se auto venderão, isto é, não pensam em comunicação visual, exposição ou produções elaboradas desses artigos.
 +
De fato, o público plus size era tímido quanto ao consumo, envergonhavam-se de entrar em lojas especializadas ou pedir por números maiores às vendedoras. Mas na medida que a moda tem buscado valorizar essa beleza real e criado semanas de moda plus size repletas de modelos lindas, como a top internacional Flúvia Lacerda, as consumidoras finais estão mais dispostas e interessadas em consumir de forma aberta.
+
+
As vitrines, assim como o interior das lojas, têm sido trabalhadas de forma muito ruim e depreciativa. Por exemplo, existem manequins com silhueta deformada ou design ultrapassado. Se os manequins são um simulacro e, portanto, servem para os consumidores se projetarem e se identificarem, é importante que eles sejam bonitos e modernos. Qualquer tipo de consumidor, por mais que busque pechinchas, sempre priorizará a beleza. E moda, lembre-se, acima de tudo vende desejos.
+
Então, muito cuidado na hora de escolher os manequins plus size, eles precisam mostrar formas harmoniosas que possibilitem um bom caimento das roupas e que representem a identidade da marca. Hoje já há no mercado linhas de manequins fantásticas que vão despertar desejos e valorizar seus produtos.
 +
+
As técnicas de vitrinismo para o segmento plus size são as mesmas que se aplicam em qualquer outro segmento de moda. No entanto, é importante entender que essa consumidora, mais do que qualquer outra, busca produtos que possam valorizar o seu corpo, por isso, estude sobre consultoria de imagem e saiba trabalhar linhas, direções, cores, estampas, pesos e proporções nos looks que você apresenta em exposição.
 +
Outro aspecto relevante a se considerar: na sociedade as pessoas acima do peso, abaixo ou no peso ideal andam separadas? Não, claro que não. Então porque criar vitrinas especificas para o plus size? Se as vitrinas precisam de verossimilhança, ou seja, reproduzir a vida real, mas de forma encantada, porque você ainda continua segregando pessoas? Faça vitrinas mistas e valorize seus produtos.
+
A vitrina é seu outdoor, deve atrair o consumidor e será um dos primeiros contatos com a sua marca. A moda plus size é um segmento em ascensão que, em breve, deve ocupar a maior parte das vitrinas e veremos esse termo cair em desuso.
+
Seja precursor, inove e procure conhecer seu público. Buscar informações e conversar com seus clientes é sua melhor ferramenta de marketing, afinal, o cliente sempre tem as respostas que o varejo quer.
 
(Visited 2.006 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

2 COMENTÁRIOS

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais