Semanas de Moda alteram calendários

spfw-133

Duas vezes ao ano, em fevereiro e setembro, acontecem as quatro principais semanas de moda do mundo e, para que as datas não colidam, em 2008 foi firmado um acordo de que os desfiles aconteceriam sempre na seguinte ordem: Nova York, Londres, Milão e Paris.
Logo após o término da temporada de Verão 2012 de Milão no ano passado, Mario Boselli, chefe da Camera Nazionale della Moda  e responsável pela semana de moda italiana, anunciou que realizaria a temporada de Verão 2013 antes do previsto, quebrando o acordo e fazendo com que a data coincidisse com as de Nova York e Londres.
Em seguida, Nova York alegou através de uma carta aberta que não adiantaria sua data. “A cada ano, o calendário avança um dia. Em alguns anos, ele será melhor para algumas cidades, em outros  anos, não”, escreveu Diane Von Furstenberg, presidente do conselho de estilistas americanos. O Conselho de Moda Britânico também não ficou satisfeito e declarou “decepcionante” a decisão de Mario Boselli. Em dezembro de 2010, Paris anunciou que também manteria a data original divulgada.
Após meses de negociações, nesta quarta-feira (18), finalmente o impasse foi resolvido. Nova York e Londres cederam à pressão e anteciparam-se em uma semana. O calendário de Verão 2013 fica assim: 
– Nova York: de 6 a 13 de setembro de 2012
– Londres: de 14 a 18 de setembro de 2012
– Milão: de 19 a 25 de setembro de 2012
– Paris: de 26 a  4 de outubro de 2012

As principais semanas de moda do Brasil, São Paulo Fashion Week e Fashion Rio, não ficam atrás e também mudarão seu calendário a partir de 2013.
As coleções de verão, que até este ano sempre foram apresentadas em junho, passarão para a segunda quinzena de março. Já as de inverno passarão de janeiro para a segunda quinzena de outubro.
A alteração do calendário é uma demanda antiga do setor, que enfrenta dificuldades para correr com as coleções a tempo de apresentá-las nos desfiles e, ao mesmo tempo, preparar o que vai para as lojas.
“Temos uma grande oportunidade neste momento de efetivar as mudanças pretendidas. De um lado, porque as datas já estão sendo revistas em função dos grandes eventos internacionais que o Brasil vai sediar. Mais do que nunca, as marcas e a cadeia produtiva da moda estão maduras para essa grande transformação”, acredita Paulo Borges, criador dos eventos.

(Visited 77 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais