Merchandising de cabo a rabo

1
Você já penso que o merchandising vai além da disposição das peças em araras ou da arrumação das vitrinas? Pois é, e não é à toa que a varejista sueca H&M é tão poderosa. Na campanha comemorativa do Natal de 2002, a rede investiu pesado (embora com elementos simples) na construção de um conceito e no alinhamento de todo o merchandising da loja. Até ai ela não foi a primeira e nem a única. O diferencial ficou com as sacolas. Pense rápido: embora você use, re-use, guarde embaixo do colchão para usar as sacolinhas de novo sabe-Deus-lá-quando, quantas lojas se preocupam dessa forma com a sua embalagem?

Tudo bem que no Brasil fogueira lembra festa junina e veado é esteriotipado, mas convenhamos, ficaram lindas. Tão lindas e criativas que foram finalistas do prêmio europeu EPICA na categoria design de embalagens em 2003. 
Fica aqui a dica, mais do que reconhecimento e prêmios, o lojista ganhará a empatia e, possivelmente, a fidelidade do cliente. São riscos que valem a pena!
(Visited 84 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais