Dono da grife Reserva acusa Osklen de plágio

comparacao-osklen-grifes-plagio-1
Imagem de desfiles da Osklen e das grifes Prada, Givenchy e Oestúdio, publicada por Rony Meisler, com a sugestão de que a empresa de Oskar Metsavaht teria plagiado as outras marcas

Rony Meisler sugeriu que os sapatos da marca Prada foram plagiados pela Osklen

 +
O tempo fechou entre os empresários da moda Rony Meisler, dono da grife Reserva, e Oskar Metsavaht, criador da Osklen. Um comentário feito no final de semana por Metsavaht na rede social Instagram gerou revolta e culminou com uma acusação de plágio desferida por Meisler contra o dono da Osklen.
+
Em uma postagem em sua conta no Facebook, o dono da Reserva afirmou que seu colega e concorrente tentou denegrir sua imagem ao resgatar um caso antigo em que Meisler assumiu ter copiado uma jaqueta do estilista Junya Watanabe.
+
Em resposta, ele não só declarou que a verdadeira genialidade da Osklen vem da diretora de estilo Juliana Suassuna (e não de Metsavaht), como também disse que a grife já plagiou coleções da Prada, Givenchy e Oestúdio. Para sustentar sua teoria, Meisler postou junto com a alfinetada uma imagem em que compara as coleções supostamente plagiadas.
+
Contatada por EXAME.com, a Osklen emitiu uma breve nota lamentando o ocorrido e informando que, com a “tentativa de difamação” e as “inverdades, publicadas de forma agressiva”, a empresa encaminhou o caso para o departamento jurídico.
+
Começo da briga
A confusão teve início depois que Metsavaht escreveu em sua conta no Instagram as seguintes frases: “É dar espaço para marqueteiro de esquina. O povo adora ler estas coisas” e “O pior é a mídia que dá espaço”. Meisler considerou aquilo como uma afronta pessoal e rebateu as palavras em seu perfil no Facebook, junto com uma imagem que reproduzia o comentário do concorrente.
+
Na primeira postagem do dono da Reserva, ele disse que tais declarações demonstraram o incômodo do concorrente em relação à nova loja da marca de roupas femininas Eva, criada por Meisler em parceria com o apresentador Luciano Huck.
+
“Oskar repudia a imprensa e a Reserva pelo fato do espaço dado para a abertura da primeira loja de Eva no último Caderno Ela. Nesta matéria, ao explicar o produto de Eva, eu disse que existe um incosciente coletivo na moda nacional de que para se fazer roupa boa tem-se que necessariamente fazer roupas para dona de galeria de arte, que normalmente se vestem de forma minimalista, sem muitas cores. Por algum motivo doeu na alma do meu colega de mercado”, escreveu Meisler, entre outros comentários ácidos. A esposa de Rony Meisler também se manifestou e chegou a insultar Metsavaht, em outra publicação na rede social.
+
Confira a íntegra da nota emitida pela Osklen
“A Osklen lamenta o episódio e espera que as pessoas teçam as suas próprias opiniões com responsabilidade. Diante da tentativa de difamação e de tantas inverdades, publicadas de forma agressiva, a marca encaminhou o caso para o seu departamento jurídico.”
+
Fonte: Luciana Carvalho para Exame.com

(Visited 890 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais