Senac São Paulo anuncia João Pimenta como consultor criativo de moda

João Pimenta Senac

Estilista vai compartilhar experiências do mercado da moda com alunos; entre as ações, ele propõe o desenvolvimento de 5 peças femininas da sua nova coleção e que estarão em seu desfile no SPFW N46

 O Senac São Paulo anuncia o estilista mineiro João Pimenta, como seu novo consultor criativo nos Bacharelados em Design de Moda – Estilismo e Modelagem. O objetivo desta parceria educacional é oportunizar aos alunos o envolvimento com a realidade da profissão, estimular a criatividade e a prática ao empreendedorismo.

As ações, fruto dessa sinergia, já começam a ganhar forma. Entre as iniciativas, está o desenvolvimento de um projeto colaborativo, em que João Pimenta propôs a participação dos alunos do Senac no desenvolvimento de 5 peças de sua nova coleção feminina, que irão compor o desfile da edição N46 do São Paulo Fashion Week. Este é o maior evento de moda do Brasil e o mais importante da América Latina, que será realizado de 22 a 26 de outubro, na capital. Os estudantes também atuarão nos bastidores da grife do estilista durante o desfile de suas peças.

Para Tatiana Putti, coordenadora da área de moda do Senac São Paulo, a chegada do estilista no setor educacional propiciará aos alunos vivenciar e aplicar os conhecimentos adquiridos no curso com um olhar mercadológico, ampliando a aprendizagem de maneira multidisciplinar, interativa e prática. “A ideia é compartilhar conhecimentos e experiências das práticas do mercado de moda, incentivando a conexão da universidade à realidade profissional, desafio constante para a área”.

Como tudo começou

João Pimenta começou sua história com a moda assim que saiu de Minas Gerais e chegou a São Paulo, no ano de 1987. Em 2012, já bem-sucedido e consagrado, decidiu dar atenção especial ao mercado masculino, público que na época ainda era menos explorado e vem ganhando bastante visibilidade.

Dono de um estilo único e cheio de referências, o estilista abraçou um novo desafio em sua carreira: o de ser o consultor criativo dos Bacharelados em Design de Moda – Estilismo eModelagem do Senac São Paulo. Participar de ações educacionais da instituição e proporcionar aos alunos um olhar mercadológico acerca da moda vai ser algo inovador para sua carreira.

Na entrevista abaixo, João conta um pouco sobre a proposta pedagógica a ser desenvolvida com os estudantes e relata o quanto essa troca de informações pode agregar valor às suas criações:

1) Como sua experiência pode agregar à área educacional, especialmente ao curso de moda do Senac São Paulo?

Acredito que minha principal contribuição será compartilhar conhecimentos e experiências das práticas do mercado de moda e contribuir no aperfeiçoamento do conteúdo educacional para a formação do profissional de Moda. Com os alunos, pretendo mostrar a importância do estudo e do conhecimento da técnica. Isso porque nessa área para ser criativo e quebrar os protocolos é preciso conhecê-los profundamente. Os professores incentivam e orientam o olhar criativo dos estudantes durante as aulas. Eles permitem que os jovens ampliem o repertório de arte, cultura, comportamento e tecnologias, pontos essenciais para uma formação completa. Meu papel é ajudar os estudantes a colocarem para fora seus sentimentos e suas experiências, transformando-as em criatividade, e assim prepará-los para os desafios do mercado.

2) Quais os conhecimentos que pretende compartilhar com os alunos?

Se nesta minha passagem pelo Senac os estudantes assimilarem pelo menos três conceitos que acredito serem importantes para o profissional que trabalha com moda, terei cumprido o meu papel. Em primeiro lugar, é fundamental apostar na originalidade e transparência, pois é preciso alinhar o uso da técnica que aprendemos na academia com as experiências de vida de cada pessoa. A união dessas vivências pode ser transformada em inspirações. A segunda dica está relacionada ao equilíbrio entre o conceitual e comercial. Os alunos precisam se dedicar aos dois. É importante que todos tenham um olhar conceitual na hora de planejar as criações. E, por mais criativa que seja uma ideia, é preciso fazer com que ela também possa ser comercializada. Outro ponto relevante é saber traduzir a tendência de moda. É significativo ter um olhar atento sobre o mercado e saber integrar essas novidades ao seu próprio trabalho, porque é essencial ter informação, aprender a traduzir a tendência e nunca copiar.

3) A inspiração é importante no processo criativo da moda. De onde vem a sua inspiração para o desenvolvimento de suas coleções?

A minha referência é a tradição popular brasileira, como a religião e o folclore. Esses temas sempre estiveram presentes em minhas criações. Eles foram desenvolvidos a partir dos meus sentimentos mais internos, que têm agido como motores da minha evolução criativa. Quando estou em processo criativo, busco olhar para dentro. Essa atitude fez com que eu conseguisse conquistar a tão sonhada autenticidade. Sempre transformei meus sentimentos, como raiva, alegria, crítica e dificuldade em inspiração. Afinal, as roupas contam histórias e precisam passar emoção.

4) Quais projetos você planeja desenvolver junto aos alunos do Senac?

A minha parceria com o Senac tem o objetivo de integrar os conhecimentos educacionais com a prática. A ideia é que haja uma troca de saberes. Terei a oportunidade de contribuir para ampliar o olhar acadêmico dos alunos. Por outro lado, certamente agregarei conhecimento para o meu repertório criativo. Essa parceria já começou. Entre as ações, destaco o desenvolvimento do projeto colaborativo que terá a participação de 10 alunos da área de moda para a criação de 5 peças da minha coleção feminina e que serão apresentados no dia 22 de outubro, no desfile que faremos no São Paulo Fashion Week. Ainda neste evento, um grupo de 17 estudantes participará no backstage do desfile masculino, que ocorrerá na sexta-feira (26/10). Essas atividades são ótimas formas de experimentar o mercado de trabalho em um ambiente seguro, no qual é possível testar e aprender, não apenas com acertos, mas também com erros. E ainda, neste um ano de parceria, vamos desenvolver worskshops, palestras e compartilhar conhecimentos e ideias sobre o mundo da moda entre professores e alunos da instituição.

5) Como você avalia o desafio de fazer parte do Jeito Senac de Educar e quais as suas expectativas com essa parceria?

O principal desafio de nossa parceria é reforçar as práticas educacionais nas atividades pedagógicas de sala de aula contribuindo para uma metodologia ativa e trazer temas de relevância da atualidade para os cursos. Tenho certeza que será uma troca muito produtiva, pois além de poder levar a minha experiência de mercado para as salas de aulas, também poderei abstrair as ideias criativas dos jovens. Minha expectativa é conseguir montar um grupo criativo com os estudantes para que juntos possamos refletir sobre as principais tendências, e consequentemente deixar a minha marca mais renovada. Resumindo, creio que será uma relação de ganha-ganha.

6) Com base no cenário atual da moda, você acredita que novos talentos têm oportunidade no mundo do trabalho?

Acredito que incentivar o desenvolvimento de novos talentos na moda é fundamental para manter um olhar atual e relevante. Encontrar espaço no mercado para apresentar novos projetos é um desafio em qualquer profissão. Na moda não poderia ser diferente. É importante que, desde a vida acadêmica, o aluno busque a originalidade e a transparência. Só assim poderá se destacar nesse mercado tão competitivo. Inclusive, a próxima etapa dessa parceria será participar do Talentos Senac, evento anual onde são apresentados os melhores projetos de conclusão de curso dos formandos, do qual eu farei parte ao lado de outros profissionais, especialistas e consultores da moda. Ação será realizada no dia 29 de novembro.

(Visited 29 times, 2 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais