Criatividade: vitrinas em materiais alternativos

criatividadevitrines3
O varejo de moda brasileiro além de extremamente concorrido, conta com o forte avanço do e-commerce. A consultoria italiana Translated  projeta que o mercado nacional de vendas online será o quarto maior do mundo em 2016. Segundo dados do E-tail Report/IBOPE 2014, quando comparado o volume de vendas do segmento de moda no primeiro e segundo semestres de 2012, verifica-se um aumento de 16% no consumo de um período ao outro. Somado a isso, temos um novo fluxo de entrada de marcas internacionais que acirram a disputa pelo mercado consumidor.
 +
Invariavelmente, o pequeno empresariado – muito empírico e pouco capacitado – entende que reduzir investimentos seja uma estratégia eficaz na diminuição dos custos e, assim, consegue praticar preços mais competitivos para o consumidor. O erro é exatamente esse, brigar por preço!
+
Esse pequeno confeccionista ou varejista de moda não tem condições de disputar consumidores por preço. Seus diferenciais devem estar vinculados – e nitidamente claros para o consumidor – com valores intangíveis e complexos na gestão de uma grande rede, tais como atendimento personalizado (chamar o cliente pelo nome), mix de produtos bem direcionado (grade com tamanhos maiores), conveniência no atendimento (delivery), bem como na criação de uma atmosfera de loja envolvente e estimulante (visual merchandising).
+
Uma vez que o desafio é convencer o varejista que o visual merchandising tem um papel crucial na construção de uma imagem forte e competitiva, podemos lançar mão da estratégia da CRIATIVIDADE. Isso mesmo, um bom vitrinista e/ou visual merchandiser deve ter além da criatividade, os domínios das manualidades (arte de construir artesanalmente) para propor projetos inovadores e com custos acessíveis através de materiais alternativos.
+
Dessa forma, podemos empregar desde descartáveis para festa, bexigas, até papelão ondulado, mas sem necessariamente construirmos uma imagem “de trabalho pré-escolar”. Precisamos de profissionalismo e apelo estético, assim como esses 12 trabalhos de vitrinismo abaixo podem nos inspirar.
+
à esq. papelão face simples e à dir. jornais com aplicação de adesivos.
fundo com aplicação de copos descartáveis e disco verde com talhes descartáveis
plástico bolha num trabalho mais conceitual
fundo composto por envelopes
cones de fio ornamentam a parede
à esq. desenho à mão livre feito com giz de cera e à dir. balões de festa compõe a cenografia
simples botões de flores feitos de papel para Chanel
pratos de acrílico criam toda temática
à esq. tubos plásticos e à dir. mais cones de fios.

(Visited 423 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais