Reformulação de loja com baixo custo

reformulaC3A7C3A3ovisualmerchandisinglojabebe1
Você varejista já sentiu ou sente a necessidade de reformular a sua loja devido as atualizações que as lojas de varejo têm feito em área de vendas e vitrines?
 +
Grandes marcas varejistas como, por exemplo, as principais redes de magazine do país, estão passando por processo de reformulação de layout, equipamentos, ambientações, ou seja, estão deixando a comunicação visual mais moderna e, com isso, sem dúvida, deixa o mercado mais competitivo, atingindo pequenas e médias empresas dos mais diversos setores do varejo.
 +
Na moda, esse processo de reformulação das lojas está em alta e passa para todos os varejistas a necessidade de deixar a sua loja mais atraente e atualizada com as exigências do mercado e do consumidor. Mas, muitas vezes, as questões como custo impedem os varejistas de realizarem as mudanças com o receio do investimento, principalmente em momento de crise econômica, e esse receio de mudança e gastos atinge principalmente as pequenas e médias empresas que também querem se atualizar.
 +
Através de um trabalho que realizei para um pequeno varejista do setor de moda bebê, na cidade de Socorro/SP, vou mostrar como é possível com pouco investimento deixar uma loja moderna, alterando layout, substituindo alguns equipamentos com baixo custo, modificando a exposição de produto, reaproveitando o que a loja já possui, adequando o ambiente de acordo com o público-alvo e, assim, proporcionar melhores resultados de vendas para a empresa.
+
1. Primeiro passo para a realização das melhorias é identificar as necessidades da empresa, os pontos fortes na área de vendas que devem permanecer e pontos fracos que podem ser melhorados. Um checklist pode ser um instrumento útil para nada passar despercebido nessa análise.
 +
2. Identifique o perfil e estilo de vida do cliente, assim, terá diversos elementos e informações à disposição para analisar e projetar as mudanças de forma mais assertiva. Cuidado com os “achismos” sobre seu público-alvo. Pare, pesquise e conclua quem ele é de fato!
 +
3. Procure entender como seu cliente se movimenta dentro da loja e se o layout favorece a circulação por todos os setores.
 +
4. Analise se a exposição de produto está atrativa, perceba se o cliente reconhece a mensagem que você quer passar através da exposição e tenha certeza que todos os produtos estão de fácil acesso para o cliente. Uma solução simples é comparar sua loja com outra marca que seja referência no mercado, uma vez que tendemos a não identificar sozinhos nossos próprios erros.
 +
5. Antes de fazer qualquer melhoria na prática, promova um estudo teórico. Seja no papel milimetrado ou em softwares, a ideia é pensar cuidadosamente cada nova decisão e seu real impacto no custo e no layout da loja.
 +
6. Certo das suas novas escolhas, agora sim faça melhorias no ambiente para o cliente se sentir confortável dentro da loja, por exemplo, avalie a iluminação, cor da loja, certifique-se que a música agrada seu cliente e deixe uma marca registrada através do aroma.
 +
7. Por último identifique melhorias na vitrine, lembre-se que ela é responsável por até 80% das vendas. Crie vitrines que vão atrair a atenção e encantar o seu público-alvo.
 +
No trabalho que realizei de consultoria de visual merchandising para a empresa Duwell, todos esses pontos foram avaliados e, ainda, criei soluções simples como troca de alguns equipamentos para melhorar a exposição dos produtos, mudança no layout para o cliente circular melhor na loja, novos ambientes através da decoração, cor, música e aroma, de forma que a mãe ao consumir se sinta dentro de um quartinho de bebê.
 +
A vitrine foi a parte mais especial desse projeto, que teve o objetivo de tocar a emoção da gestante que aguarda ansiosamente a chegada do seu filho através da exposição de produtos de uma forma que simula um quartinho de bebê e, visualizando a vitrine, ela já terá uma ideia dos produtos que encontraria na área de vendas.
 +
Veja alguns exemplos do antes e depois da reformulação. Foi feita a setorização, deixando os produtos bem divididos em menina e menino e melhoramos a circulação do cliente retirando alguns equipamentos de solo.
 +
+
Investindo em alguns equipamentos, melhoramos a exposição da entrada da loja, substituindo os acessórios por roupas, deixando a exposição mais “limpa”, objetiva e atrativa.
 +
Substituímos os painéis de fotografia por papel de parede de quarto de bebê e modificamos em cada parte da loja a forma de expor os produtos.
+
Foi feito um cantinho para o enxoval junto com roupinhas básicas de bebê, aproveitando as prateleiras e armário que a loja já possuía, sem precisar investir em móveis novos.
 +
 +
A vitrine é parte mais especial do projeto, que traduz bem a essência da marca através do quarto do bebê.
 +
 +
A partir dessas informações acredito que você possa promover diversas melhorias no seu ponto de venda sem grandes investimentos. O mais importante, talvez, seja primeiro reconhecer que existe a necessidade de mudança.
(Visited 633 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais