Phigital – tendência Pós NRF 2015

BeaconPhigitalNRF2015
Aconteceu dia 27/01, no Teatro Amil em Campinas/SP, o pós-NRF organizado pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), no qual apresentou-se as tendências apontadas na última edição da National Retail Federation (NRF), realizada nos dias 11 e 14 de janeiro na cidade de Nova York.
+
Já trouxe aqui as 8 principais tendências para o varejo brasileiro segundo análise de Eduardo Terra, presidente da SBVC. Mas, conforme prometido, trago agora a segunda parte do evento.
+
Grasiela Tesser abriu a segunda palestra do dia trazendo informações sobre a tecnologia no ponto de venda. Ela disse que tecnologia não é tendência, já é uma realidade e que “Brick is the new black”, algo como “Tijolo é novo preto”, fazendo alusão ao poder da loja física em detrimento do e-commerce, reafirmando que elas não vão morrer,  como se previa, mas, que para tanto, precisam se reinventar, chegando ao novo modelo de varejo chamado de Phigital = físico + digital.
 +
Vejamos alguns exemplos de marcas que se destacam por unir a tecnologia ao ponto de venda.
 +
Westfield Labs é um shopping aparentemente como todos os outros, mas um dos seus objetivos é levar o consumidor virtual para a loja física. Isso se deve ao fato de que através do seu site o consumidor pode reservar uma vaga no estacionamento no lugar de sua preferência, além de poder antecipar o pedido do seu almoço para retirá-lo no momento desejado.
+
 +
Birchbox Store é uma marca que fez o caminho contrário da maioria das empresas, primeiro surgiu como loja virtual – com a ideia de enviar para o cliente uma caixa com amostras de cosméticos com o perfil do cliente por um valor mensal – para só depois de um tempo de sucesso resolver abrir a primeira loja física. Assim, depois que o consumidor recebe as amostras em casa e as testa, ele pode ir até a loja física para comprar o que mais gostou. A ideia da Birchbox foi levar o
social do Facebook para dentro da loja. O tráfego no PDV aumentou em 84% depois dos clientes realizarem pesquisas no site. Houve 40% a mais de conversão entre as pessoas que usaram meio digital.
 +
 +
Uma tecnologia muito discutida na NRF 2015 foi o Beacon (que não é bacon, mas está na boca
do povo). Beacon é uma antena que se comunica por blue tooh com os celulares que tiverem o
aplicativo instalado. A ideia é incentivar o “keep head up”, ou seja, fazer com que o cliente mantenha a cabeça erguida para interagir com a loja e não ficar entretido no celular, pois a proposta é que a loja “converse” com o cliente. Um exemplo dessa interação cliente + PDV pode acontecer numa loja de vinho na qual o cliente se interessa por um determinado rótulo e recebe no seu celular todas as informações sobre ele, até quais são os pratos que fazem a harmonização.
 +
 +
Outro tema bastante discutido foi a customização e a co-criação. A bola da vez são as impressoras 3D. A empresa Maker Bot  monta o produto que o consumidor quiser com PLA (ácido polilático), que é uma resina biodegradável e atóxica, os produtos são impressos de acordo com a criatividade e necessidade do cliente.
9
Durante a NRF visitas técnicas às lojas que são fonte de inspiração são realizadas. A marca  Rebecca Minkoff foi uma dessas em razão da interatividade com o cliente. Em parceria com o eBay, a marca desenvolveu um espelho interativo que funciona como caixa, consultor de imagem e até garçom, caso o consumidor queira pedir um copo d’água.
 +
(Visited 69 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais