5 formas de usar prateleiras no varejo de moda

prateleiras loja visual merchandising (2)

 

Um dos acessórios para exposição de produtos mais utilizados no visual merchandising são as prateleiras e, quando bem aproveitadas, são grandes aliadas no ponto de venda (PDV), uma vez que atendem muito bem em diferentes situações de uso, tais como ponto focal, massificação e display, além de serem de fácil instalação e de baixo custo para aquisição.

O conceito de prateleira é simples: trata-se basicamente de um apoio horizontal que funciona como base para exposições. Muito comuns em outros segmentos varejistas, como hipermercados, as prateleiras ganham um ar mais moderno quando confeccionados em materiais diferenciados tais como madeira, vidro, espelho etc., a fim de atender também segmentos como o varejo de moda e design.

Quando pensamos no uso de prateleiras em um PDV, logo nos vem à mente exposições voltadas para os departamentos de lar, porém cada vez mais o segmento fashion vem tirando proveito delas tanto no solo quanto nas exposições de parede, já que permitem criar um movimento mais interessante para os ambientes e são conjugadas com sistemas do tipo cremalheiras ou slatwall (painel caneletado).

Veja a seguir 5 formas básicas de usar prateleiras no varejo de moda:

EXPOSIÇÃO MASSIFICADA: para quebrar uma sequência simples nas paredes com produtos expostos em prateleiras alinhadas lado a lado, o truque é fazer pontos de atenção no alto da parede, onde o cliente não alcança. A parte mais alta da parede, assim como o meio dela, são as áreas de maior visibilidade do cliente, portanto o ideal é deixar essas duas alturas mais atrativas para que o cliente tenha apelo visual e se desloque até a parede, nesse caso, as prateleiras funcionam como um mini estoque dos produtos dispostos em display nas partes mais altas da exposição.

PARA EXPOR CALÇADOS: o uso de prateleiras é muito comum em lojas de moda que possuem calçados em seu mix produtos, visto que a mercadoria perde percepção de valor quando exposta diretamente no chão ou muito abaixo do cone visual principal (0,80-180 cm). Nesse caso a prateleira funciona como um apoio elevando os calçados até à altura dos olhos, além de ajudar na produção de moda e na organização espacial dos produtos.

CROSS MERCHANDISING: essa técnica consiste em cruzar categorias diferentes de produtos com finalidades de uso complementares. Assim, as prateleiras são importantes pois flexibilizam à exposição de produtos com demandas diferentes, como roupas, acessórios, calçados e objetos decorativos.

BASE PARA MANEQUINS: as prateleiras servem como apoio para elevar manequins tanto nas paredes quanto em equipamentos de solo, nesse caso, sua função é elevar a produção ao melhor nível de visão do shopper, além de quebrar o ritmo enfadonho de exposições muito lineares e massificadas.

PARA MODA CASA: um dos segmentos de varejo que mais utilizam prateleiras é o de moda casa e utilidades para o lar, visto que a forma de exposição e organização desses produtos necessita de uma base maior e mais segura para os diferentes tamanhos de embalagens e artigos. Alguns acessórios são padrões nas prateleiras de exposição como o porta-preço e o aparador (que evita que as embalagens escorreguem para fora do equipamento). Mas esses acessórios são opcionais, diversos e variam de acordo com o tipo de equipamento e o tipo de produto a ser exposto, como se com canecas, pratos, jogos de cama e camisas embaladas.

 

(Visited 926 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais