4 elementos compositivos que chegaram para ficar no store design

granilite visual merchandising 1

A escolha dos elementos compositivos do store design, muitas vezes, fica à cargo do visual merchandiser. Por isso, é importante compreender as diferenças, aplicações e especificidades técnicas dos diversos materiais de acabamento para também interagir com arquitetos e designers de interiores, primando não somente pela questão técnica, mas também favorecendo o projeto de ambientação que será proposto.

Na busca por um diferencial competitivo para o ponto de venda os profissionais de store design têm buscado soluções cada vez mais criativas. Materiais antes proibidos no chão de loja, por exemplo, hoje são opções valorizadas. Tudo agora é possível do ponto de vista de imagem de loja, mas cuidado com as demandas técnicas (aí deve-se, sempre, consultar um profissional habilitado).

Pensando nas “novidades” que despontam nos empreendimentos comerciais brasileiros, selecionei apenas quatro opções de elementos que podem ser usados no chão ou nas paredes como acabamentos. Como dito, são recursos que já existiam na indústria, mas que chegam gradativamente ao varejo. Vejamos.

Granilite: é uma massa de cimento com pedaços de pedras como mármore, calcário, quartzo, dentre outras, em várias granulometrias diferentes. Quando elaborado apenas com o uso da pedra de mármore, recebe o nome de marmorite. O granilite é muito parecido com o cimento queimado, porém é mais resistente devido a presença de minérios em sua composição e deixa os ambientes mais elegantes. Esse revestimento possui uma vida longa, sendo forte e duradouro, entretanto sabe-se que está sujeito ao surgimento de fissuras ou trincas. Tem sido muito empregado no varejo de moda, sobretudo para marcas que buscam uma atmosfera mais descontraída e natural, como as marcas do segmento de surf wear, beach wear e fitness wear, já que seu aspecto final remete a areia de praia.

granilite visual merchandising 1 granilite visual merchandising 2

Cimento queimado: o cimento queimado é feito a partir de argamassa, cimento, areia e água. Essa argamassa deve ser aplicada com uma espessura média de 30 mm sobre o contra piso. Queimar o cimento não tem nenhuma relação com fogo. Hoje existem produtos industriais pré-preparados que facilitam o processo de aplicação, garantindo um aspecto mais liso e nivelado. O resultado é totalmente moderno, urbano e jovial, por isso, cada vez mais empregado por marcas do segmento street wear, sobretudo as marcas de jeans, que desejam ser robustas sem perder a elegância.

cimento queimado visual merchandising 2 cimento queimado visual merchandising 1

Corian®: criado e patenteado pela divisão de Pesquisa & Desenvolvimento da Dupont™ e lançado pela primeira vez no mercado norte-americano em 1967, o Corian® é uma matéria-prima que possibilita a fabricação de projetos de Arquitetura, Design e Decoração mais modernos e funcionais. Esse material é constituído por uma mistura de 30% de polímeros de acrílico e 70% de minerais naturais, o que lhe concede características que substituem com vantagens a madeira, o mármore, o granito, o aço inox e outras superfícies. Além da alta resistência, permitem trabalhos de superfície, como texturas, e curvaturas. Seu custo de aquisição e instalação é muito elevado e sua imagem final remete ao acabamento em laca, por isso, ainda restrito a marcas de luxo e boutiques.

corian visual merchandising 1 corian visual merchandising 2

Cerâmica: a cerâmica é uma mistura de argila e outras matérias-primas inorgânicas, queimadas em alta temperatura. Sua aplicação com esses fins teve início com as civilizações do Oriente Próximo e a Ásia. A placa cerâmica pode ser utilizada para os revestimentos de pisos e paredes, na forma de azulejos, ladrilhos e pastilhas, tanto em ambientes residenciais, públicos, comerciais como em industriais. Uma das mais recentes novidades desse universo são os azulejos 3D. Além de visualmente proporcionarem o efeito tridimensional, eles também têm elevações que intensificam o resultado. Ainda com custo elevado, podem ser aplicados em pontos focais na loja, apenas como detalhes.

azulejo 3D visual merchandising 2 azulejo 3D visual merchandising 1

(Visited 929 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais