Overview – 27º Backstage do Varejo

Na última quarta-feira (dia 26/setembro/2018) aconteceu no auditório da FAAP, em São Paulo, a 27ª edição do Backstage do Varejo promovido pela ABIESV (Associação Brasileira de Indústria de Equipamentos e Serviços para o Varejo). Nessa edição o tema foi “Visual Merchandising e Iluminação”.

O evento teve início com a palestra do Professor Antônio Carlos Mingrone, proprietário da Mingrone Iluminação, escritório especializado em projetos luminotécnicos. Entre os projetos desenvolvidos pela empresa estão o Shopping JK Iguatemi e o Estádio do Maracanã. Ele citou a luz como uma das protagonistas no varejo para a busca de bons resultados, assim como a influência de uma iluminação adequada no momento da tomada de decisão do cliente. Segundo ainda Mingrone, a iluminação é capaz de modificar o modo como um ambiente/produto é visto, além de criar a atmosfera ideal para um determinado local.

Na segunda etapa do evento aconteceu o painel sobre Visual Merchandising mediado por Sonia Paloschi (diretora de VM e Marketing de Varejo na Purchase), a qual solicitou que cada um dos membros compartilhasse um pouco sobre a realidade do Visual Merchandising dentro das marcas que cada um representava.

Ariane Diniz, gerente geral de VM da Riachuelo, explicou que o Visual Merchandising é atualmente tratado na empresa como uma unidade de negócios e que a equipe foi triplicada nos últimos anos. Mostrou também a evolução do ponto de venda da marca de 2016 até hoje, especialmente nas vitrines que atualmente têm uma proposta mais clean em relação à comunicação visual e mais destacada para os produtos. No ponto de venda as linhas de cosméticos e perfumaria ganharam maior enfoque.

O gerente de VM da marca Marisa, Rogério Pacheco, falou do posicionamento da marca e projetos para 2020, assim como a utilização da imagem de “mulheres reais”, em todos os seus estilos, destacando a linha Plus Size. Além da novidade da venda de celulares e cosméticos nas lojas.

O gerente de VM da Alô Bebê, Milton Bueno, mostrou as mudanças ocorridas recentemente nas lojas. Pontuou detalhes particulares do segmento, como não fazer uso de aroma em seu ponto de venda para não incomodar as gestantes, que acabam tendo o sentido mais aguçado.

Carolina dos Santos, coordenadora de VM do Grupo Morena Rosa, apresentou o novo formato de loja no qual as 4 marcas do grupo (Morena Rosa, Maria Valentina, Lebôh e Zinco) ficam no mesmo espaço físico, porém de forma setorizada. A aposta nesse modelo de lojas está no fato de que as mulheres têm um estilo predominante, mas transitam por outros estilos em razão dos vários papéis que desempenham em sua rotina diária como mãe, dona de casa, profissional, praticante de esportes etc.

O evento foi encerrado com os palestrantes internacionais. Marjorie Lee, professora de VM do LIM Institute em Nova York, que abordou a influência da arte e da moda no Visual Merchandising. Destacou o processo que antecede as tendências de forma breve e mostrou a correlação entre marcas de moda e arte e como artistas plásticos tem influenciado vitrines de grifes como Cartier e Louis Vuitton. Citou também tendências de cores para 2020 apontadas pela WGSN.

Eric Feigenbaum, conselheiro editorial e editor do New York Magazine e diretor de workshop da WindowsWear, afirmou que o varejo físico não vai acabar, mas precisa reinventar-se, gerando emoção para o consumidor. Apresentou também o conceito dos As: art, architecture, advertising e air condicitioning.

(Visited 92 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais