Dicas de exposição para um display vendedor (parte 2)

exibitC3A9cnica-visual-merchandising-4
No segmento confecção além de algumas regras básicas é preciso do domínio de técnicas de produção de moda para criar uma imagem atraente e de acordo com o público-alvo de cada marca.
 +
Um produto de moda não se vende simplesmente pela peça em questão, mas sim pelo conceito e imagem que ele cria através da composição do look. As pessoas não compram roupas, elas compram estilo, por isso é preciso ter conhecimento de moda e das tendências atuais para criar essa imagem sedutora.
 +
A maioria das grifes e magazines contam com uma equipe de estilo para criar as melhores combinações entre as peças da coleção, as lojas já recebem esses looks pré-estabelecidos e apenas aplicam no PDV, isso evita erros de comunicação através do estilo que possam ser cometidos por funcionários das lojas e garantem um padrão linear para todas lojas de uma rede.
 +
Independente dos looks já chegarem montados nas lojas, existem alguns truques para criar um visual
mais natural e esses detalhes dependem apenas de quem irá vestir as peças nos manequins.
+
+
1. Tenha cuidado com os tecidos, golas e mangas das roupas, nada pode ficar sobrando senão passa uma imagem de desleixo. No exemplo acima a blusa foi colocada para dentro do jeans, mas ficou soltinha e com as dobras bem naturais, o cinto arrematou o look.
 +
 + 
2. Agrupe manequins com looks que reflitam um mesmo estilo, isso aumenta a unidade do conjunto fazendo com que o cliente se identifique com o grupo.
+
 +
3. A sobreposição de várias peças e o uso correto dos acessórios enriquece a produção. Os acessórios são itens indispensáveis para finalizar uma produção, são eles que reafirmam todo o estilo da composição.
 +
 +
4. Além da exposição em manequins, as produções nas paredes e equipamentos de solo também requerem total atenção. É importante separar os produtos primeiro por estilo e coleção e agrupar compondo coordenados de forma que possa resultar em uma venda casada.
5. Nas paredes distribua produtos de frente e também de lado (efeito guarda-roupas) para quebrar a monotonia e dar movimento à exposição.
 +
6. Trabalhe sempre em cima de uma cartela de cores para criar unidade.
 +
7. Cuidado com a quantidade de produto exposto nos equipamentos, as pessoas não gostam de comprar uma peça e pensar na possibilidade de muitas outas pessoas possuírem outra igual.
 +
8.Portanto se a grade de peças de uma coleção tiver uma profundidade muito grande, nunca exponha todas as peças ao mesmo tempo, deixe um pouco no estoque e vá fazendo a reposição do equipamento conforme as vendas forem acontecendo.
 +
9. Outra coisa muito importante é nunca deixar o manequim com uma peça que já não esteja mais na área de vendas, isso pode frustrar o cliente.
 +
Essas foram somente algumas dicas, para ser um bom profissional da área de Visual Merchandising é preciso primeiramente ter paixão pelo que se faz.
 +
É preciso estar atento a tudo que o que acontece no mercado e ter discernimento para absorver apenas o que é realmente relevante para o seu trabalho e tipo de segmento que atua.
 +
E para quem está iniciando nessa área de Visual Merchandising vale a pena investir em cursos especializados no assunto, o MMdaMODA, por exemplo, tem um curso voltado para o visual merchandising de moda, com um conteúdo bem completo. E o melhor: você pode estudar em casa, pois o curso é online, clique aqui e veja os detalhes.
(Visited 661 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais