H&M se prepara para operar no Brasil

hm-BRASIL

A rede sueca de moda acessível H&M já está em busca de espaços comerciais para montar operação no Brasil no ano que vem. A Folha apurou que a rede está mirando, primeiramente, uma loja de rua na avenida Paulista.
+
A ideia é inaugurar cinco lojas nos primeiros doze meses, incluindo pontos em shoppings. Para ganhar escala, a empresa planeja chegar a 15 ou 20 lojas nos primeiros anos. Para o médio prazo, serão pelo menos 40 lojas.
+
A estratégia de iniciar operações pela avenida Paulista, e não em um shopping de luxo, como têm feito concorrentes globais que desembarcaram recentemente, é se posicionar como mais popular.
+
A empresa deve vir com uma estratégia de preços inferiores aos de marcas como GAP e Topshop.
+

Marc Femenia/AFP
Karl-Johan Persson, presidente da H&M, durante a divulgação de resultados da empresa
Karl-Johan Persson, presidente da H&M, durante a divulgação de resultados da empresa
+
As duas, apesar de serem tão populares como H&M lá fora, optaram por iniciar operações no país no JK Iguatemi, em São Paulo, considerado um shopping de luxo.
+
A Paulista tem atraído cada vez mais varejistas, que aos poucos estão mudando a cara da avenida, mais conhecida por abrigar bancos e escritórios de empresas.
+
Depois de Fnac, Lojas Marisa e Renner, a Riachuelo planeja abrir uma grande loja de seis andares na esquina da Paulista com a rua Haddock Lobo, no início de 2014.
+
Folha apurou que a americana Forever 21, que em breve deve inaugurar sua primeira loja no país, no shopping Morumbi, também tem procurado espaço para locação na avenida Paulista.
+
Além de disputar de frente com as gigantes nacionais, a estratégia de iniciar a operação na Paulista visa aproveitar a grande visibilidade que é expor a marca na vitrine de uma avenida que recebe 1,5 milhão de pessoas por dia.
+
ESPECULAÇÃO
A operação brasileira da H&M tem sido alvo de especulação há mais de cinco anos. Mas os planos começaram a se materializar depois que a rede fincou o pé na América Latina em março deste ano, com a abertura da operação chilena.
+
A inauguração chilena foi um sucesso: 2.500 fizeram fila de mais de 12 horas esperando a abertura da loja.
+
Procurada por meio da assessoria no Chile, a H&M não quis comentar e disse apenas que não há informação oficial sobre uma possível abertura no Brasil. Os próximos mercados já oficializados pela empresa são Austrália e África do Sul.
+
Presente em 53 países com cerca de 3.000 lojas, a H&M é uma das maiores varejistas globais da chamada moda rápida ou acessível.
+
A empresa tem focado sua estratégia de crescimento na expansão internacional. Só no ano passado foram abertas 304 lojas e inaugurados cinco mercados.
+
A meta da empresa, divulgada em balanço, é aumentar em de 10% a 15% ao ano o número de lojas.
RAIO-X
+
Origem
Suécia, 1947
Número de lojas
3.000
Funcionários
104 mil
Receita bruta (em 2012)
R$ 44,2 bilhões (141 bilhões de coroas suecas)
Lucro (em 2012)
R$ 5,2 bilhões (16,9 bilhões de coroas suecas)
Principais concorrentes
Zara, C&A,Uniqlo, GAP
+
Fonte: MARIANA BARBOSA DE SÃO PAULO PARA FOLHA DE S.PAULO
(Visited 105 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais