Tendências de moda: primavera verão 2015-2016

Primavera-VerC3A3o-2015-2016-tendC3AAncias-Tropicalismo-C389tnico
No dia 30 de maio foi realizado no CPV da Fundação de Desenvolvimento da Unicamp o 5º Seminário de Tendências de moda: edição Primavera-Verão 2015-2016, promovido pela Tendere. Na primeira matéria abordamos os Grupos de Gosto para pesquisa de tendências e agora apontamos as tendências para o período e, como era de se esperar, o tema mais forte será o Rio de Janeiro. Primeiro pelo fato do cidade ser uma das sedes na Copa do Mundo de 2014 e, em segundo, porque em 2016 acorrerão as Olimpíadas.
 + 
As cinco macrotendências identificadas são:
Rio 40° – com uma paleta de cores bem iluminada e vibrante, vemos elementos de alta moda e alfaiataria misturados com o mundo esportivo.  Colorida, sensual e confortável. A soma na natureza e arquitetura vai refletir em desenhos de coqueiros, folhagens, favelas coloridas. Essa tendência representa a mulher guerreira, a amazonas, com penas e plumagens que irão se refletir nas texturas e caimentos das roupas. As pedras brasileiras estarão em destaque, como a água marinha. Na Moda Praia, a tendência será os anos 70 do Rio de Janeiro, uma atmosfera bem retrô.
+

Água Marinha em maxi anel | Favela Santa Marta colorida | Mulher Guerreira (Amazonas) | Estampas com coqueiros e folhagens | Moda praia com referências dos anos 70.

+
Tropicalismo Étnico –  a presença da cor verde bandeira será forte e também de animal print com folhagens. Índios estilizados, tricô com pontos mais abertos como se representassem redes, materiais que remetam aos animais silvestres, estampas que imitem a madeira nas roupas a exemplo do que é feito com os materiais usados na decoração. Amarrações para sandálias e rasteiras, tear, tranças. O vestido é a peça-chave dessa tendência, além do forte contraste de cor.  Lingerie coloridas, de verde, é claro! E com estilo anos 20 e luxuosas. Para os homens, o underwear pede peças mais divertidas para sair do comum, pois eles não tem medo de cores e querem estampas de flores, folhagens etc. No life style masculino o destaque serão as camisas havaianas (tendência na qual as mulheres pegaram carona).  O short deles também vai ficar mais curto e teremos fortes referências de elegância da moda africana, mais especificamente do Quênia. Para os adolescentes há o resgate das cores violeta e amarelo, muito usadas nos anos 1980. No segmento infantil, as roupas tendem a ser mais lúdicas e com modelagem feita especialmente para os corpos pequeninos. As bolinhas (póas) e o lúdico serão tema para as crianças.

Tricô com pontos mais abertos remetendo à uma rede | Sandálias com amarrações  | Camisaria estilo havaiana | Shorts mais curtos e tropicais | Lingerie verde estilo anos 20 | Referência a elegância do Quênia.
+
Natural & Handmade – Nessa tendência a palavra chave é conforto. É para um público que gosta de uma natureza mais distante, como ir andar de bicicleta no parque, ir a uma represa ou a fazer trilha numa serra. São pessoas zen, que gostam de sol e  calmaria. Valorizam o  conforto do vestuário e a elegância, mas sem deixar de ser sexy. Para esse segmento, a tendência será as peças que aparentam ter sido feitas à mão (handmade). Decote discreto, tecido leve e simplicidade visual. Praticidade como uma peça só que define o look, como é o caso do macacão.  A ideia de produtos reciclados, sustentáveis e feitos por comunidade que serão beneficiadas na sua compra regem a tendência. Sofisticação na modelagem, ideia de toque delicado, como o algodão. Nos acessórios, a tendência será o prata e o vintage dos anos 40. Na moda masculina, a ideia é de estar à vontade, com calças largas e mais curtas. Estampas delicadas nas camisas (também de manga curta) e tecido com bom toque como o linho e outros com sensação de natural, algo que remeta ao filme “Miami Vice”, nas cores lilás, verde claro e amarelo bebê. No universo da decoração o rústico e o contraste: o brilho com o fosco, o verde com o cru e o envelhecido.
Inspiração no “Miami Vice” | Peças que aparentem ter sido feitas à mão (handmade) | Produtos sustentáveis | Decote discreto, tecido leve e simplicidade visual | Decoração com pegada rústica
+
Urbanidade – Nessa tendência as cores são mais frias, mesmo no verão. É dedicada a um público extremamente urbano que precisa que sua roupa seja confortável para a cidade. Cinza com cor e modelagem com malharia serão o diferencial. O macacão também é apreciado nesse life style. Roupa solta, como a calça boyfriend, camisaria bem cortada e reta. O jeans deve ser justo, mas com elastano para proporcionar conforto. Peças levemente assimétricas. Para o público masculino: mistura de tecidos, camisa jeans com blazer, bermuda com blazer + camisa + gravata (movimento #BermudaSim). No segmento infantil, veremos o adulto em miniatura, pois usarão roupas do guarda roupa de gente grande como camisa polo e calça saruel.
 +
Cinza associado a cores | Modelagem confortável e urbana | Homens com blazer, camisa jeans e bermuda | Crianças com saruel e camisa pólo.   
 + 
Dramático & Criativo – É uma tendência para um público mais sofisticado. Eles têm roupas que poucos têm,  não vão a lugares que todo mundo vai. Gostam de modelagem e de corte diferentes, daqueles que confundem as pessoas: sutil e com desnível. Uma forma de representar essa confusão e diferenciação da peça é usando a estampa. Masculino: malharia estampada, calça saruel estampada, recortes em tecidos diferentes, camisa com recortes. Vivianne Westwood é o principal nome nessa tendência. Acessórios também serão conceituais.
+

Modelagem conceitual e diferente | Vivianne Westwood| Saruel masculina estampada | Acessórios conceituais
(Visited 227 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais