Técnicas para coordenação de paredes no varejo de moda

coordenacao-exposicao-paredes-produtos-moda-visual-merchandising-2
As lojas de departamentos e magazines costumam maximizar os espaços úteis para destacar da melhor forma os diferentes tipos de produtos disponíveis, devido a grande variedade no mix que comercializam.
 +
Dentre os diversos equipamentos que compõem o layout de uma loja e que são utilizados para a exposição desses produtos, os mais comuns são os equipamentos de solo e parede. Geralmente são utilizados três alinhamentos de equipamentos de solo até chegar às exposições de parede, número maior que esse torna o caminho muito longo, o que pode causar a desistência do cliente pela busca desses produtos mais nobres.
 +
A distância ideal entre os equipamentos de solo deve ser de no mínimo 90 cm e o módulo de parede mede, geralmente, 1,20m de largura.
 +
A ilustração abaixo posiciona no espçao essa distribuição de equipamentos e os alinhamentos desde a trilha principal de circulação do cliente até os módulos de parede.
 +
 +
As paredes são o maior destaque dentro da loja. É geralmente onde são expostos os melhores produtos e os de maior valor agregado, já que sua posição fica na altura dos olhos do cliente que adentra a loja e, portanto, são mais facilmente percebidas. As peças com maior conceito de moda ganham sempre maior destaque quando expostas coordenadas na parede e/ou em manequins.
 +
As lojas utilizam geralmente de dois a três módulos para apresentar um conceito ou coleção. Os módulos de parede são sempre divididos em três alturas:
 +
A primeira altura é utilizada para apresentar os chamados displays (apresentação) dos produtos e/ou manequins, coordenando peças da segunda e terceira altura com acessórios.
 +
Na segunda altura normalmente é feita a massificação  com a  grade dos produtos utilizados na exposição, mas isso não obrigatório. Na segunda altura devem ficar os tops (peças utilizadas na parte superior do corpo).
 +
Por fim, na terceira altura deve-se concentrar peças que complementam a 1ª e 2ª alturas, geralmente os bottons (peças utilizadas na parte inferior do corpo) e/ou alguns modelos básicos que possam ser coordenados pelo cliente ou usados na exposição.
 +
 +
Para coordenar produtos de moda na área de vendas, seja em equipamentos de solo e principalmente nas paredes, é preciso mais do que bom gosto e bom senso, existem algumas regras que devem ser seguidas para uma parede coordenada de forma correta e eficiente.
 +
1 – Primeiro é preciso entender qual o conceito que se deseja, para daí escolher os produtos que melhor representarão essa proposta.
+

Exemplo de Parede coordenada com produtos e manequins. Cores predominantes: Preto Branco e vermelho. Tema: Rock Grunge.
2 – A escolha das cores é o segundo ponto mais importante para uma boa coordenação de produtos. É preciso escolher pelo menos duas cores importantes para a composição, depois completar com cores neutras. Conhecer as cores, suas nuances e harmonias é extremamente importante para criar boas combinações.
 +
Observem no exemplo abaixo que a cor principal é o azul, que aparece em destaque centralizado no blazer e se repete no jeans e na estampa discreta da calça. Todas as outras cores que compõem a coordenação são de origem neutra.
+
 +
3 – Conhecer detalhadamente a coleção é outro ponto fundamental, pois fará com que as peças mais importantes (aquelas em que a empresa fez um investimento maior) ganhem maior destaque nas exposições.
 +
4 – O alinhamento das peças nos cabides, a manutenção dos coordenados e reposição dos produtos nos equipamentos são essenciais para a manutenção do visual da loja.
 +
5 – E para finalizar: a iluminação, a conservação e limpeza dos manequins e equipamentos são de suma importância para uma exposição de sucesso.
(Visited 3.682 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais