Pequenos notáveis

smart2
O avanço dos smartphones está causando um verdadeiro alvoroço no mundo do marketing de moda. Com mais de 500 milhões de aparelhos em funcionamento pelo mundo, a maioria nos EUA e China, as pequenas telas de pouco mais de 3 polegadas compõe um novo – e ainda desconhecido – mecanismo de comunicação. Poucas, mas grandes empresas do setor de luxo, começam a apostar em aplicativos que funcionem nos smartphones, a fim de consolidarem suas marcas num mercado nascente.
No mundo fashion a primeira empresa a ingressar com os aplicativos foi a Chanel. Finalzinho de 2008 a empresa lançou um aplicativo chamado Chanel Haute Couture, que exibe os desfiles da última coleção de alta costura, acessórios, notícias sobre a marca, jogos e um serviço (muito legal) à moda GPS, no qual é possível roteirizar o melhor percurso de onde o cliente está até a mais próxima loja da Chanel. Outras empresas vêm seguindo os passados da Chanel, vide Donna Karan, Ralph Lauren, Dolce & Gabbana e Gucci.
Além de lindos, com layouts inovadores e funções realmente úteis, os aplicativos para smartphones são uma tendência irrefutável e obrigatória para as grandes marcas do setor de luxo. Apenas lembrando: toda tecnologia torna-se obsoleta, e em um espaço de tempo muito curto; espero que as marcas mais populares “não percam o trem”.   
(Visited 27 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais