Com que roupa eu vou?

Imagem1
Não é mais segredo que o aquecimento global, de fato, está afetando a todos. Eu sei que variações bruscas de temperatura sempre foi característica de nosso país tropical, mas, convenhamos que nos últimos anos – em especial nos últimos dias – a situação está caótica. Eu tenho ido dormir com o ventilador ligado, acordo com o edredom, saio suando de casa às 8h, tomo maior banho de chuva às 17h e passo frio às 22h. Ai, muita gente tem se perguntado, com que roupa eu vou?
Pensando nisso criei um pequeno manual de sobrevicência na selva de clima incerto. Palavra-chave: sobreposição! De forma não-técnica podemos chamar também de “moda cebola”, pois o look é montado todo em camadas, que você vai tirando ou acrescentando ao longo do dia conforme a necessidade.
Algumas dicas práticas:
Use camisa ou blusas de manga longa; no calor usa-se com as mangas dobradas, fazendo frio pode-se estendê-las.
Sempre manter na bolsa ou no carro peças para sobreposição no caso de frio: casaquetos, suéteres, jaquetinhas, coletes. Dar preferência para tecidos de algodão e leves, como o tricoline, sarja, denim ou tricôs. Essas peças e tecidos não ocupam muito espaço na bolsa e não vão amassar muito.
Vestidos curtinhos, shorts e saias (ideais para o calor) podem ser associados com meias mais grossas no caso de frio repentino, que são levadas dentro da bolsa.
Se você não quiser manter um par de sapatos fechados no porta-malas do carro ou no armário do serviço, o ideal é não sair de casa com sandálias, pois nessa época chove muito. Da mesma forma, é interessante sempre manter por perto um par de meias para eventuais trocas.
As blusinhas devem ser preferencialmente de malha, pois são frescas para o calor, quando associadas a casacos de sobreposição não esquentarão demais e, na pior das hipóteses, caso você se molhe nas chuvas de verão, o tecido secará rapidamente.
Segundo a Teoria das Cores, usar roupas coloridas (cores quentes) pode ajudar – psicologicamente – na diminuição da sensação de frio. Já do ponto de vista da física, no Verão deve-se evitar o uso do preto, que absorve muita energia, tornado as peças muito mais quentes (tradicionalmente as peças de Inverno que são usadas agora no verão tem cores escuras).
IMPORTANTE! Tomar cuidado com os exageros. Não se deve sair de casa no Verão com as peles, botas, cachecóis e demais peças pesadas do Inverno. A variação do clima nunca é tão intensa que uma peça de meia-estação não vá resolver. Você pode virar a piada da vez, além de passar calor desnecessário.
(Visited 62 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais