Varejo em crise: como diferenciar-se e manter as vendas?

lojavarejodiferenciarcrise
O Brasil está passando por um momento delicado em função da crise e, por isso, tudo fica mais caro e o dinheiro do consumidor ganha outras prioridades. A demanda diminui, a oferta aumenta, o varejista perde na margem para manter o volume de vendas e o cliente cada vez mais quer barganhar. Tempos difíceis!
 +
Mas existe luz no final do túnel. A palavra-chave é reinventar-se, o que pode se dar pela modernização de processos e novos desafios. Afinal, existem dois tipos de empresas: aquelas que choram e aquelas que vendem lenços. Enquanto gestores devemos transformar ameaças em oportunidades de crescimento. Cabe somente a você definir qual caminho quer seguir.
 +
Assim, elenquei algumas ações e reflexões que podem ajudar seu negócio a se sobressair, impulsionando as vendas. Veja abaixo:
+
Reduza despesas: quando os caixas estão cheios não damos a devida atenção a detalhes, mas você consegue economizar muito dinheiro revendo processos e o consumo de insumos tais como copos descartáveis, materiais de escritório, água, impressões, lâmpadas etc. Controle precisamente esses gastos, reveja e renegocie com seus fornecedores e busque formas de otimizar e/ou reduzir o consumo interno.
 +
Crie parcerias: junte-se a outras empresas que agreguem valor ao seu negócio para criar ações diferenciadas, por exemplo, um salão de beleza pode receber um encontro de revenda de lingeries ou pode ser o espaço para um curso de maquiagem, dessa forma você garante fluxo e divulga-se sem grandes investimentos.
 +
Reveja o mix de produtos e serviços: estoque é um investimento de alto risco e significa capital parado. Certifique-se que seus produtos estão vendendo dentro do prazo ideal: considere vender o suficiente antes do vencimento da nota de faturamento do fornecedor. Procure adquirir produtos com saída garantida e produtos atemporais, pois não perdem seu valor em função de modismo. Quanto aos serviços, crie combos e oferte novidades sempre.
 +
Facilite o acesso dos clientes aos produtos: reveja seu layout e a disposição de produtos, estude uma forma de facilitar a proximidade e o toque nos produtos para que o cliente perceba o valor agregado de cada item. Crie ambientes e exposições de forma a valorizar seus artigos e, consequentemente, aumentar o desejo de consumo. Coloque os produtos mais novos como chamariz na entrada da loja junto às ofertas e no interior cruze a exposição de produtos relacionados (cross merchandising).
 +
Crie ações relâmpago: uma ação criativa e rápida desperta a atenção e o senso de urgência nos consumidores, garantindo vendas por impulso. As mídias sociais podem ser ótimas (e gratuitas) aliadas.
 +
Troque suas vitrines: quando você seduz o consumidor e o convence de que na sua loja encontra-se o maior objeto de desejo dele, não há nada que o faça desistir da compra, por isso, crie vitrines encantadoras e as troque com periodicidade. Além de seduzir, elas comunicam novidades… e o consumidor, mesmo em épocas de crise, continua curioso!
 +
Mexa-se. Crie. A melhor solução está no seu próprio negócio.
(Visited 253 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais