Visual Merchandising no “Atacarejo” (Atacado + Varejo)

pageGUELT2

Interior da loja Guelt
Estabelecimentos que têm o atacado como principal consumidor muitas vezes dão menos importância ao visual do ambiente e à exposição das mercadorias. Mas a maneira como os produtos são mostrados influencia a clientela que compra em grandes quantidades tanto quanto os consumidores do varejo. No segmento da moda é preciso ainda mais atenção na hora de distribuir as coleções pelas prateleiras e araras: nesse ramo, as compras costumam ser impulsionadas pela emoção. Fábio Shoel, proprietário da loja de roupas femininas Guelt, no bairro paulistano do Bom Retiro, preocupou-se com a aparência ao reformar o imóvel, mas sentiu dificuldade para aumentar a área de exposição dos modelos.
Para valorizar os produtos e criar novos pontos de mostruário, George Homer, do escritório GH & Associados, preparou um projeto que dá identidade visual à marca. Entre as principais mudanças sugeridas por Homer está a combinação de prateleiras para estocar peças dobradas com araras para apresentar coleções inteiras nas duas paredes laterais. Antes do projeto, toda a venda de atacado era feita de um lado da loja, e a de varejo, do outro. “O objetivo é que as pessoas vejam a beleza das roupas expostas e não apenas pilhas de tecidos”, afirma o consultor. A estratégia também estimula os clientes lojistas a comprar coleções inteiras em vez de artigos isolados.
Interior da loja Guelt
As técnicas de visual merchandising usadas por Homer no ambiente da Guelt podem ser adotadas em outros espaços. Confira as sugestões e melhore o visual do seu negócio também.
Clique nas imagens para vê-las maiores.
Fonte: Revista PEGN – Janeiro/2009
(Visited 723 times, 1 visits today)
SHARE THIS

RELATED ARTICLES

LEAVE COMMENT

Curso livre a distância

CURSO LIVRE (a distância) EM VISUAL MERCHANDISING DE MODA

O curso online de Visual Merchandising de Moda do MMdaMODA abrange conceitos teóricos e práticas de mercado e está pautado em fotos, vídeos, cases de sucesso e materiais complementares, como artigos e reportagens.

Saiba mais